Presos escalam muro e fogem da Cadeia de Crateús


Cinco detentos da Cadeia Pública do município de Crateús, distante 355 quilômetros de Fortaleza, utilizaram uma corda “tereza” e fugiram da unidade na manhã desta quinta-feira (26). 

De acordo com a Polícia, eles escalaram as paredes de uma das celas, quando chegaram ao teto retiraram os tijolos de pergolato e conseguiram sair pulando o muro do presídio.

Ainda durante a manhã, Francisco Reginaldo Alves Ferreira, mais conhecido como “Curimatan”, foi recapturado. Os demais suspeitos, Antônio Bruno Alves Vasconcelos, Rafael Barbosa da Silva, Leandro Firmino do Santos e Antônio Josineudo de Sousa Muniz continuam sendo procurados por patrulhas do Ronda do Quarteirão e da Força Tática de Apoio (FTA).


Fonte: Ceará Agora

Passageira que viajava com três filhos morre durante voo de São Paulo para Fortaleza


Um voo da Avianca, que saiu de São Paulo na manhã desta quinta-feira, 26, com destino a Fortaleza, precisou realizar um pouso de emergência no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O motivo emergencial foi a morte de uma passageira do Rio Grande do Norte, após a decolagem da aeronave.

De acordo com a Polícia Civil de Belo Horizonte, a vítima foi identificada como Maria Edlene Vieira da Silva, 37 anos, natural de Doutor Severiano (RN). Ela viajava com três filhos para a capital cearense e passou mal a bordo do avião, antes de morrer. Segundo a Avianca, após ser informado sobre o ocorrido, o comandante do voo imediatamente alternou o pouso para o aeroporto de Confins, o mais próximo e com infraestrutura adequada para atender os passageiros.

A Polícia Civil informou ao O POVO Online que peritos do Instituto Médico Legal (IML), de Belo Horizonte, recolheram o corpo do avião. A previsão é que seja liberado por volta das 19h desta quinta-feira.

Em nota, a Avianca afirma que está prestando assistência aos familiares da passageira e colabora com todas as autoridades envolvidas. A companhia aérea informou que os demais passageiros aguardaram no Aeroporto Internacional de Confins a chegada de uma nova aeronave para transportá-los até o destino final.

Crianças

Os filhos de Maria Edlene estão sob os cuidados do Juizado da Infância e da Juventude, em Confins. São duas meninas e um menino, de 4, 12 e 14 anos, segundo o Juizado. As crianças estão recebendo apoio de psicólogos e de comissários da infância.

De acordo com o Juizado, os garotos estão tranquilos, em uma "sala aconchegante", recebendo toda a assistência necessária. O órgão informou que já entrou em contato com o Juizado do aeroporto de Fortaleza. Dois parentes da família, que vivem no Ceará, devem desembarcar na noite desta quinta-feira e encontrar as crianças.


O Povo Online

POLÊMICA: Desembargador derruba decisão, e WhatsApp não corre mais risco de sair do ar

Desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí derrubou decisão afirmando que as milhões de pessoas que utilizam o serviço de mensagens no País não podem ser prejudicadas.
O WhatsApp não corre mais o risco de ser suspenso no Brasil. Em decisão divulgada agora há tarde, o desembargador Raimundo Nonato Alencar, do Tribunal de Justiça do Piauí, derrubou a decisão do juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina.

"As milhões de pessoas que utilizam esse serviço não podem sofrer esse prejuízo sem que haja uma averiguação mais detalhada", declarou o desembargador ao jornal O Globo. Ele classificou a decisão como ineficaz por o autor ter uma jurisdição restrita - no caso, a capital piauiense.

Sobre a polêmica que envolveu a atitude do juiz Luiz de Moura Correia, o desembargador disse discordar às criticas feitas e também de "atitude que tente expor o juiz ao ridículo".

Sobre o caso

O magistrado resolveu tirar o WhatsApp do ar no último dia 11 de fevereiro em uma tentativa de forçar a empresa que comanda o serviço no Brasil a cooperar com a Justiça em investigações criminais. Isso porque o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Piauí investiga casos de pedofilia e solicitou informações correntes no WhatsApp.

Raimundo Nonato da Costa Alencar, inclusive, afirmou que a decisão dele não desobriga o repasse destas informações. Antes da decisão do colega, Luiz Moura Correia divulgou nota sobre o caso: "A postura da empresa, que sob a alegação de não ter escritório neste País, se mantém inerte às solicitações da Justiça Brasileira, desrespeitando decisões judiciais a bel-prazer, tornando-se verdadeira terra de ninguém, atentando contra a soberania deste Estado".


Fonte: Diário do Nordeste

SEGURANÇA PÚBLICA: Coronel Carvalho de volta ao comando do 3º BPM em Sobral.

Foto: Divulgação
Afastado de suas funções operacionais desde dezembro de 2014, o Coronel Vandesvaldo Carvalho Moura volta a comandar o 3º Batalhão da Polícia Militar em Sobral, a partir da próxima segunda-feira 02 de março. O Tenente Coronel Lyndon Johnson que estava no cargo interinamente, agora é o sub comandante do 7º BPM, da cidade de Crateús, segundo Diário Oficial divulgado dia 24. Carvalho terá o Tenente Coronel Marcelo Praciano Castro como seu subcomandante em Sobral. 

A notícia da nomeação foi muito bem recebida pela corporação. Para um Soldado do Ronda do Quarteirão que preferiu não se identificar, a tropa estava muito satisfeita com o empenho do Coronel Lyndon Johnson, mas segundo ele, a volta do Coronel Carvalho agradou a todos. "Ele é parceiro, estrategista, ele estimula a tropa", comentou o soldado.

A polícia Militar de Sobral vinha sofrendo forte influência política nos últimos anos. As várias trocas de comando prejudicaram as operações e a corporação, comprometendo a segurança pública desse município. O governador Camilo Santana em reunião através de vídeo conferência na manhã da última terça-feira 24, com o secretário de segurança pública, Delci Teixeira e toda a cúpula da Polícia Militar e Civil do estado, prometeu que não haverá interferência política na pasta da segurança pública durante sua gestão.
Os oficiais de comando vinham trabalhando desestimulados em todo o Ceará, eram comparados com o "homem de ferro" das telas de cinema.
A falta de gratificação de comando, a interferência política, falta de instabilidade de endereço, o acúmulo de funções à frente dos batalhões e o salário incompatível, vinha sendo um dos principais problemas da segurança pública no Ceará.

SOBRAL PERDEU 10 OFICIAIS NOS ÚLTIMOS 14 ANOS
Com número de oficiais reduzidos, os batalhões sofrem e perdem força frente ao crime que está se organizando no interior do estado. Em Sobral, apenas um único oficial estava assumindo o papel que deveria ser dividido para cinco, segundo levantamento feito. Em 2001, 10 oficiais dividiam as tarefas referentes a logística, operações, relações públicas, comando da tropa e o serviço de inteligência. 

Alguns oficiais estavam desistindo de assumir o policiamento nas cidades do interior, devido a falta de instabilidade que a nomeação gerava para a família, além de não existir gratificação para as despesas adicionais do militar, que em alguns casos passava a morar dentro do quartel. Ao todo, o estado conta com 17 batalhões, sendo que a metade está distribuída nas cidades polos do interior cearense, como Sobral, Crateús, Russas, Iguatu e outros.

Em alguns casos, os "homens de ferro" ficam semanas sem ver a família, pois ficam aquartelados, hospedados no próprio alojamento da corporação, sem dias certos de folga e comandando a tropa madrugadas a dentro.

Para o Coronel Carvalho que agora volta auxiliado com um subcomandante, a segurança pública deve ser fortalecida com o apoio da sociedade. Como já vinha fazendo, Carvalho deve voltar a dialogar com setores da sociedade e montar uma operação de acordo com a necessidade apresentada.


Fonte: Sobralinfoco/ W.Macedo

Polícia fecha rádios em Ipu e Pires Ferreira e detém 'funcionários'


Ao que tudo indica a justiça está fechando o cerco contra as rádios irregulares na região. Informações colhidas nesta quarta-feira (25/02) na DPC (Delegacia de Polícia Civil) de Ipu, dão conta do fechamento de duas emissoras de rádio, apreensão de seus equipamentos e prisão de duas pessoas; principais "responsáveis" pelo funcionamento ilegal das mesmas.

As rádios que foram alvo dessas incursões judiciais: Rádio Popular FM 99.3 estúdio montado na localidade de Otavilândia, cidade de Pires Ferreira e uma rádio instalada na localidade de Marruás dos Paivas, Ipu-CE. Os donos das respectivas emissoras foram presos e terão que responder as sanções da lei. Conforme apurado as referidas emissoras operavam de maneira ilegal, ferindo os preceitos legais da radiodifusão do Brasil.

A Polícia Civil de Ipu participou da ação, comandada pela Delegacia Regional de Polícia de Tianguá, que tem a frente o delegado Dr Miguel Sales Filho que já foi o titular do Ipu. Como a ação foi toda ela comandada pela Delegacia Regional, as informações ainda estão um pouco imprecisas. Aguardem mais detalhes nesse blog, dessa ação policial ocorrida em Ipu e Pires Ferreira que culminou no fechamento de duas emissoras de rádio e na prisão de duas pessoas.


Repórter Francisco José
Ipu Notícias

Ousadia: Jovem sobe em viatura e posta foto em redes sociais

A viatura estava no estacionamento no momento em que o suspeito subiu e fez a foto.
A Polícia Civil procura pelos responsáveis da postagem de uma foto onde aparece um jovem em cima de uma viatura. A foto foi veiculada em várias redes sociais no início desta semana, a Polícia tomou conhecimento do caso na última segunda-feira (23).

A viatura estava no estacionamento no momento em que o suspeito subiu e fez a foto. De acordo com o titular da Delegacia de Crimes Contra a Administração e Finanças Públicas (DCCAFP), Paulo Cid, inicialmente a Polícia suspeitou que a foto tivesse sido tirada durante o carnaval, mas foi comprovado que a foto foi feita quando o veículo estava no pátio da sede da delegacia geral da Polícia Civil, na Rua do Rosário, no Centro.

Conforme o delegado, até o momento, um suspeito foi ouvido, mas após ser comprovado de que ele não seria o mesmo que aparece na foto, foi liberado.



Fonte: Sobral 24 horas

Caminhoneiros retomam atividades nas estradas


Os caminhoneiros começaram cedo a quinta-feira (26/02), com a retomada das atividades nas estradas brasileiras. Durante três dias, os caminhoneiros protestaram, pararam os carros e cobraram do Governo Federal sensibilidade para reduzir o preço dos combustíveis e o alto custo dos serviços de frete. As manifestações atingiram a maioria dos 27 estados e, no Ceará, o protesto foi marcado pela interrupção do fluxo de veículos, na segunda e terça-feira, em trechos da BR 116 na Grande Fortaleza.

O bloqueio das rodovias foi suspenso após uma reunião de mais de 10 horas, nessa quarta-feira, entre representantes da categoria e do Governo Federal. Do encontro, saiu a promessa de que não haverá, nos próximos seis meses, reajuste do preço do diesel. Para atender as demanda do movimento, o governo ofereceu um pacote de medidas, que incluiu a renegociação de dívidas do setor, e informou ter recebido da Petrobras a garantia de que os preços do diesel não subirão pelos próximos seis meses.

“Só vai ser cumprido o que nós combinamos a hora que forem liberadas as estradas”, afirmou o ministro Antônio Carlos Rodrigues (Transportes) ao final das negociações, acrescentando que a expectativa era que o desbloqueio ocorresse nesta quinta-feira (26).

O presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos), Diumar Bueno, que participou das negociações, afirmou que as entidades presentes à reunião eram favoráveis ao fim do movimento, mas que ele não poderia “garantir que a greve vai acabar”. Os protestos já vinham causando desabastecimento de alimentos em algumas cidades do país e encarecendo produtos.

“O movimento foi levantado de forma autônoma, independente pelos caminhoneiros. Cabe a eles avaliar as conquistas e o esforço do governo para ver se compensa continuar o movimento.”

As medidas oferecidas pelo governo, sob a chancela da presidente Dilma Rousseff, incluíram o compromisso de sanção integral da chamada Lei dos Caminhoneiros, que na prática reduz o valor do pedágio que pode ser cobrado dos caminhões e aumenta o número de horas extras que podem ser feitas pela categoria.

A segunda medida é a suspensão, por um ano, dos pagamentos de empréstimos feitos pelo BNDES para a aquisição de caminhões.

O governo anunciou, ainda, a criação, por empresas e caminhoneiros, de uma tabela referencial de fretes, o que pode levar a preços mínimos para o serviço. A quarta proposta é o estabelecimento de uma mesa permanente de negociações entre motoristas e empresas.

Coube ao ministro Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência) coordenar as discussões com caminhoneiros e empresários.

Dada a dimensão que tomou o movimento dos caminhoneiros, e com a economia sob risco de recessão, o governo considerou que não teve outro remédio senão agir para resolver o impasse.

Com a taxa de popularidade da presidente em recorde de baixa, assessores presidenciais alertaram para o fato de que, se o movimento não fosse contido, Dilma seria responsabilizada.


Fonte: Ceará Agora

Juiz do Piauí determina suspensão nacional do WhatsApp

Empresas de telefonia já foram formalmente avisadas por delegado do Piauí
Todas as companhias de telefonia brasileira deverão suspender temporariamente o serviço do WhatsApp, de acordo com a decisão do juiz do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia. As empresas buscam recurso para cassar a decisão do magistrado, tomada em 11 de fevereiro.

Mesmo o processo em segredo de Justiça, a Secretaria Estadual de Segurança do Piauí informou que o motivo da decisão ocorre porque o aplicativo não tirou do ar fotos de crianças e adolescentes expostas sexualmente. O órgão informou ainda que todas as operadoras foram informadas no dia 19 de fevereiro, por meio de um ofício expedido pelo delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer. O prazo pede suspensão imediata em 24 horas para o aplicativo, além de seus domínios whatsapp.net e whatsapp.com.

O juiz determina que todas as empresas de telefonia devem garantir suspensão até que a coleta, armazenamento e tratamento de registros sejam devidamente realizados, para que o IP (uma identidade virtual) dos acusados sejam identificados.

Núcleo de Inteligência do Piauí

Em nota, delegados do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança do Piauí, informaram que a decisão cobre todo o território nacional.

“A ordem judicial foi expedida em virtude de anterior descumprimento, por parte do provedor de aplicação de internet WhatsApp, de outras determinações de caráter sigiloso. Temos que esclarecer. também, que os processos judiciais que originaram asreferidas decisões tiveram início desde o ano de 2013, mas até a presente data os responsáveis pelo Whatsapp não acataram as ordens judiciais. O mandado judicial foi encaminhado aos provedores de infraestrutura (Backbones) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel) entre outras. Por fim, cabe esclarecer que todas as representações e decisões judiciais acima mencionadas foram tomadas com base na Lei que instituiu e disciplinou o Marco Civil da Internet”, afirmaram.


Redação O POVO Online

Em Ipu-CE: Servente de pedreiro morre eletrocutado

O servente de pedreiro Carlos Pinto do Amaral, de 22 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (25/02) após receber uma descarga elétrica forte após encostar em um fio de alta tensão em uma obra em Ipu (CE). 

Conforme informações de colegas de trabalho, a vítima estava no segundo piso da obra que fica na Avenida Auton Aragão, bairro Canudos, quando tentava retirar uma água acumulada pela chuva que caia no momento do acidente, quando foi atraído pelo fio de alta tensão.

Os vizinhos ouviram um barulho muito grande no momento da descarga. Ele caiu de uma altura de mais de cinco metros já sem vida. Ele era natural de Ipueiras, com familiares no distrito de América, e atualmente estava morando no bairro da Caixa D'água, próximo a Clínica São Sebastião.

A obra é muito próximo aos fios de alta tensão da rede que passa pelo local. Segundo um funcionário da Coelce que passava pelo local a tensão da rede que atraiu o servente é de 13 mil volts.


Local onde a vítima recebeu a descarga elétrica

Fonte: Ipu Notícias